Angola aposta na avaliação de riscos para reforçar a planificação em emergências

Para o efeito, o Ministério da Saúde, com o apoio técnico e financeiro da OMS, vai realizar a avaliação estratégica de risco, um processo multissetorial que permitirá ao país identificar os principais riscos, traçar um mapeamento de forma a priorizar as possibilidades de melhoria da prevenção, detecção e resposta aos riscos.

  Angola aposta na avaliação de riscos para reforçar a planificação em emergências

 

Para o efeito, o Ministério da Saúde, com o apoio técnico e financeiro da OMS, vai realizar a avaliação estratégica de risco, um processo multissetorial que permitirá ao país identificar os principais riscos, traçar um mapeamento de forma a priorizar as possibilidades de melhoria da prevenção, detecção e resposta aos riscos.

 

QÊM: A Direcção Nacional de Saúde Pública do Ministério da Saúde, com o apoio da OMS.

 

O QUÊ: Realiza um “Workshop sobre Mapeamento de Risco em Saúde Pública em Angola”.

 

QUANDO: Amanhã, terça-feira, dia 13 de julho de 2021, às 9h00

 

ONDE: Em Luanda, no Hotel Alvalade

 

PORQUÊ: Nas últimas décadas, Angola tem sido assolada por situações emergenciais com impacto na vida cotidiana das populações e na economia. Cada vez mais, tem sido registado epidemias como a pólio, febre amarela, dengue, cólera, malária, sarampo e actualmente a pandemia da Covid-19.

 

Pelo que, urge reforçar as capacidades do país de resposta em situações de emergências e desastres, através da realização de um processo multissetorial que permitirá ao país identificar os principais riscos, traçar um mapeamento e colaborar com outros sectores, doadores e parceiros actuais e potenciais, de modo a direccionar os recursos de forma eficaz e eficiente, para enfrentar os desafios que serão identificados.

 

 

 

Para informação adicional, por favor contactar:

 

Heny de Sales, Ministério da Saúde, Tel.923402171, Emailhenydesales@hotmail.com

 

Olívio Gambo, OMS em Angola, Tel: +244 923 61 48 57, Email: gamboo@who.int