China e Rússia exortam líderes talibãs a cumprir promessas de segurança no Afeganistão

Os líderes da Rússia e da China instaram esta sexta-feira (17.09) o novo governo talibã no Afeganistão a manter a paz com os seus vizinhos e a combater o terrorismo, bem como o abrangente e inclusiva", a "combater todas as formas de terrorismo" e a viver em paz com os seus vizinhos.

China e Rússia exortam líderes talibãs a cumprir promessas de segurança no Afeganistão

 China e Rússia exortam líderes talibãs a cumprir promessas de segurança no Afeganistão

Os líderes da Rússia e da China instaram esta sexta-feira (17.09) o novo governo talibã no Afeganistão a manter a paz com os seus vizinhos e a combater o terrorismo, bem como o tráfico de drogas.

O presidente russo, Vladimir Putin, e o líder chinês Xi Jinping falaram através de teleconferência na cúpula da Organização de Cooperação de Xangai (SCO), um grupo constituído por oito membros que se promove como sendo o antídoto contra o domínio geopolítico ocidental.

Putin disse que a organização, que está reunida no Tajiquistão, deveria "usar o seu potencial" para "estimular as novas autoridades afegãs" no cumprimento das suas promessas de normalizar a vida e trazer segurança ao Afeganistão.

A retirada apressada das forças lideradas pelos EUA deixou para trás "uma caixa de pandora aberta cheia de problemas relacionados com o terrorismo, tráfico de drogas, crime organizado e, infelizmente, extremismo religioso", disse Putin.

Os parceiros devem trabalhar com o novo governo afegão, mesmo que não seja representativo, acrescentou o líder russo.

Já Xi Jinping, da China, disse que é necessário "encorajar o Afeganistão a estabelecer uma estrutura política abrangente e inclusiva", a "combater todas as formas de terrorismo" e a viver em paz com os seus vizinhos.

Como Putin, Xi Jinping também não compareceu pessoalmente na cúpula realizada em Dushanbe, capital tajique.

Fonte: AFP